segunda-feira, 15 de junho de 2020

UM DOS MELHORES LIVROS QUE EU JÁ LI ...


A esfinge desceu a cabeça para a calçada. George viu que seus ombros se inclinaram para trás. Sabia que era como se ele fosse o rato a olhar para o gato enorme. E sabia que gatos gostam de brincar com ratos.
Antes de estraçalhá-los.
A cabeça da Esfinge começou a se mover em ziguezague enquanto falava. George imaginou se era uma tentativa de hipnotizá-lo.

Nas copas sou o símbolo, mas também posso ser de ouro.
No entanto se me partes, é porque me tens de pedra.
Posso ser dado a alguém, porém sem mim não podes viver.
Aquele que me tem se revela corajoso,
Mas aquele que vê a cara, é porque não me vê.
Sou como o caroço, sou o âmago,
Mas se me revelas, é porque és sincero.

A outra Esfinge ofereceu a questão sobre o ombro da outra.
Quem sou eu?



LIVRO CORAÇÃO DE PEDRA

ESCRITOR: CHARLIE FLETCHER